Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã

(51) 3712 1588


Histórico


historico-ieeemInstituto Estadual de Educação Estrela da Manhã 

O Instituto Estadual de Educação Estrela da manhã surgiu em 14/10/1956, mantido pela Arquidiocese de Porto Alegre. O educandário passou a existir com a nomenclatura - Escola Normal Rural Estrela da Manhã- e tinha como objetivo a formação de professores e líderes comunitários na região. Os padres Jerônimo Braun, Sereno Hugo Volkmer e Roberto Roncatto (primeiro diretor, até 1960) constituíam o quadro pedagógico. Na sequência, Cônego Sereno Hugo Wolkmer assume a direção do educandário (1960-1967), e a partir desta data o Padre Lauro José Oppermann deu continuidade até 1976.

O Educandário oportunizava o curso ginasial, e noções básicas de Técnica Agropecuária.  De caráter confessional, já funcionava em regime de internato exclusivamente masculino, e era mantido por um convênio entre a Secretaria Estadual de Educação e a Mitra Arquidiocesana, cujo acordo foi rompido com a reforma do ensino pela Lei 6592/71, não sendo mais reconhecido o título de professor rural no ensino de 1º Grau.  A nova lei exigia o título de 3º Grau. Portanto, a Escola Normal Estrela da Manhã deixa de ser Ensino Médio curso Normal e torna-se Ensino Universitário, surgindo assim a Fundação Estrela da Manhã para o Ensino Superior – FEMES. 

A Fundação Estrela da Manhã para o Ensino Superior – FEMES- mantinha vínculo com a Universidade de Passo Fundo, e promovia curso em Regime Especial de Férias, com a titulação de Licenciatura Curta em Ensino Superior, encerrado em julho de 1976.  

Nos anos de 1978 a 1986, a Secretaria de Educação e Cultura do Rio Grande do Sul implantou o Curso de Professores Leigos, sob a direção do Professor Erci Pedro Albarello, e o educandário passa a ser reconhecido como Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Professores - CFAP. 

A Secretaria Estadual de Educação criou o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Professores - CFAP, em 30-5-1986, pelo Decreto nº 32.252, com a finalidade de operacionalização de Curso Supletivo em nível de 2º Grau - Habilitação Magistério.  O Governo do Estado adquiriu o patrimônio do educandário e prossegue com seu caráter de Escola de Formação da antiga Escola Normal Rural Estrela da Manhã, o educandário oferece, desde então, cursos de Habilitação de Magistério, em regimes de internato e semi-internato, e o Supletivo de 1º e 2º Graus, atingindo os professores leigos da 2ª, 3ª, 5ª, 12ª e 25ª Coordenadorias Regionais de Educação. 

Em maio de 1992, o Instituto passou a oferecer o Curso Supletivo de Educação Geral, para jovens e adultos, de 1º e 2º Graus, o que foi reduzido para o 2º Grau, no Noturno.  

No ano 2000, o CFAP foi convertido em Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã (Portaria nº 0018, de 19-4-2000). Com 150 alunos no curso de suplência e 192 no curso normal, oriundos dos municípios do Vale do Taquari e de outras regiões. 

O ano de 2001 trouxe uma homenagem para o educandário em 28-5-2001, a Câmara Municipal de Vereadores concedeu à instituição o título de Honra ao Mérito. 

 Atualmente, o Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã ministra os cursos de Ensino Médio – Curso Normal e Curso Normal – Aproveitamento de Estudos.  

O Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã tem como principio educativo promover o compromisso de construir projetos de vida, individuais e coletivos, de sujeitos que se apropriam da construção do conhecimento e desencadeiam as necessárias transformações da natureza e da sociedade, contribuindo para o resgate do processo de humanização baseado na ética, na justiça social e na fraternidade.